Dominium analisa à agência global AFP efeitos políticos dos atos contra os Três Poderes no Brasil

Imagem internacional do governo Lula ficou mais fortalecida após os ataques

Brasília, 17/01/2023

A Dominium, consultoria especializada em relações governamentais e institucionais e public affairs, analisou à agência global de informações Agence France-Presse (AFP) os efeitos políticos dos ataques aos edifícios-sede dos Três Poderes (Excecutivo, Legislativo e Judiciário) no Brasil. A avaliação do diretor da consultoria, Leandro Gabiati, é de fortalecimento do atual governo e da imagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sobretudo internacionalmente, desde o dia 8 de janeiro, quanto ocorreram os atos que resultaram na prisão de mais de 700 pessoas e perdas de mais de R$ 20 milhões, segundo estimativas iniciais.

Para o doutor em ciência política a imagem de Lula no exterior saiu “reforçada” por ter dado uma resposta firme, mas equilibrada. “A de Bolsonaro, por outro lado, piorou”, disse Gabiati aos jornalistas Louis Genot e Pascale Trouillaud. “Internamente, Lula obteve apoio unânime de todas as classes políticas e do setor financeiro”, explicou. O cientista político acrescentou que a população brasileira ficou chocada com as imagens de violência contra as instituições. “Lula foi testado e até aqui ele vem se saindo relativamente bem”, estimou Gabiati, para quem o presidente mostrou uma “postura ponderada” que de certa forma permitiu “retomar a normalidade”.

Os culpados pelo atentado poderão pegar penas de até 30 anos de prisão por “terrorismo”. “Lula terá que tomar junto com os três poderes decisões de punição exemplar, para inibir que novos atos desse tipo se repitam”, concluiu Gabiati.

A íntegra das análises à AFP pode ser acessada aqui: http://bit.ly/3XmmXyU

©2021 Dominium