Zanin poderá ficar até 2050 no STF

Advogado foi aprovado para vaga por 58 senadores

Agência Dominium | Brasília, 23/06/2023

A indicação do ex-advogado e jurista Cristiano Zanin pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Supremo Tribunal Federal (STF) foi aprovada por 58 senadores na quarta-feira (21). “O advogado visitou praticamente todos os gabinetes do Senado, trabalho que facilitou sua aprovação”, disse o diretor da Dominium Consultoria, Leandro Gabiati. Segundo o cientista político, a aprovação com folga já era esperada.

Zanin advogou em defesa de Lula nos casos julgados em Curitiba envolvendo o Triplex no Guarujá e a suposta reforma do Sítio de Atibaia. Com a aposentadoria de Ricardo Lewandowski, Zanin pode permanecer no cargo até sua aposentadoria compulsória, aos 75 anos.

Há poucas condicionantes para o exercício do cargo, apesar do suposto conflito de interesses do presidente da república com o ministro da Corte. Contudo, as prerrogativas em discutir e votar questões relacionadas à Lava-Jato, ficam sobre discricionariedade do próprio ministro, que pode considerar-se apto ou não a julgar determinadas ações. O escritório de Zanin informou que deixará a defesa de Lula no STF após o resultado do plenário.

©2021 Dominium